Projeto Rádio pela Educação fará parte do Guia de Tecnologias Educacionais

O projeto Rádio pela Educação foi pré-qualificado pelo Ministério da Educação – MEC – como tecnologia educacional que contribui para a melhoria da educação básica pública no país e agora fará parte do Guia de Tecnologias Educacionais deste ministério. Imagem

 

Inscrito no processo de Chamada Pública do MEC de 09 de dezembro de 2011, o projeto Rádio pela Educação passou por um longo processo de seleção, entre centenas de tecnologias educacionais de todo o país.

Na segunda-feira, 18 de março, foi publicado no Diário Oficial da União, a homologação dos resultados desse processo. A Diocese de Santarém ficou entre as vinte e cinco instituições selecionadas pelo MEC para pré-qualificação de sua tecnologia educacional. 

Imagem

A Chamada Pública visa o reconhecimento de tecnologias educacionais que colaborem para a ampliação da jornada escolar na perspectiva da educação integral e integrada, e da articulação da escola com seu território.

O Guia de Tecnologias Educacionais do MEC tem como finalidade disseminar processos, ferramentas e materiais de natureza pedagógica que possam auxiliar gestores e professores na decisão sobre a implantação e implementação de recursos que contribuam para a melhoria da educação básica pública.

Imagem

A tecnologia educacional pré-qualificada poderá, posteriormente, ser certificada e contratada pelo MEC, após avaliação de sua implantação e implementação em escolas públicas nas áreas urbanas e do campo. 

No período de 19 a 26 de março, as instituições que quiserem questionar o resultado desta Chamada Pública poderão entrar com recurso pedindo a revisão do processo. 

Imagem

O projeto Rádio pela Educação é uma iniciativa da Diocese de Santarém, que começou em 1999, em parceria com os municípios de Santarém e Belterra, através das secretarias de educação, com o apoio do Fundo das Nações Unidas para a Infância – UNICEF.

Seu principal objetivo é Contribuir com a qualidade da educação no ensino fundamental em municípios da Amazônia, a partir de processos de educomunicação, fomentados pela mídia rádio, primando pela valorização dos direitos da criança e do adolescente, pela dinamização do trabalho do professor/a e pelo desenvolvimento do senso crítico nas comunidades escolares envolvidas.

Imagem

O projeto já conquistou vários prêmios nacionais e regionais, dentre os quais destaca-se o Prêmio Nacional Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social; o Criança Esperança da TV GLOBO e UNESCO; e, mais recentemente o Prêmio Nacional e Regional Educação e Participação da Fundação Itaú Social e UNICEF.

Esta tecnologia educacional utiliza o rádio como recurso pedagógico, tendo um Guia Pedagógico do Professor como suporte dos conteúdos abordados no programa Para Ouvir e Aprender.

O Programa contempla a realidade de crianças, adolescentes, comunitários, professores, etc. É veiculado pela Rádio Rural de Santarém e ouvido nas escolas, em sala de aula, três vezes por semana. 

Imagem

O público direto são alunos e professores de 1º ao 5º ano, mas, a comunidade em geral participa do Programa. Além disso, o projeto promove a capacitação continuada de professores e alunos para implementá-lo e desenvolvê-lo até hoje.

 

 

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Geral. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s