9 de fevereiro: Dia da Internet Segura

Nos últimos anos, a internet tem sido incorporada à vida de milhões de pessoas em todo o mundo. Com ela, inúmeros benefícios foram trazidos à sociedade, como a facilidade de comunicação, o acesso e compartilhamento de informações variadas. Mas, se não forem tomados os cuidados necessários, essa nova tecnologia também pode apresentar sérios riscos à segurança do internauta.

Pensando nisso, a INSAFE, conjunto de organizações ligadas à Comissão Europeia, estabeleceu o dia 9 de fevereiro como o Dia da Internet Segura. A data, celebrada desde 2003, pretende alertar para o uso responsável da rede, divulgando guias sobre como se proteger e denunciar possíveis abusos. O Brasil aderiu à campanha em 2009, juntando-se a outros 49 países. A iniciativa partiu da ONG SaferNet, Ministério Público Federal e do Comitê Gestor da Internet. Desde então, foi formada uma parceria com diversas instituições, como escolas, governos e veículos de comunicação interessados em contribuir com a mobilização.

No site http://www.diadainternetsegura.org.br/ é possível ter acesso a um material didático com cartilha, textos e vídeos especialmente produzidos para a utilização em sala de aula. Como parte da programação, está agendado para a próxima semana um debate com especialistas de diferentes áreas, além de um curso de capacitação para professores da rede pública.
O tema da campanha esse ano é “Pense Antes de Postar”. O diretor de prevenção da SaferNet Brasil, Rodrigo Nejm, afirma que é preciso ter uma atenção especial aos jovens e aos novos usuários, considerados mais vulneráveis aos perigos da internet. “Um problema recorrente é a publicação de fotos íntimas, que acaba gerando vários constrangimentos. Por isso, é necessário conscientizar não só os jovens, mas também pais e educadores”, diz.
Sobre a SaferNet Brasil – A Safernet Brasil é uma associação com atuação nacional, fundada em 2005 por um grupo de cientistas da computação, professores, pesquisadores e bacharéis em Direito. Entre outras ações, a entidade criou a Central Nacional de Denúncias de Crimes Cibernéticos (www.denuncie.org.br), que oferece o serviço de recebimento, processamento, encaminhamento e acompanhamento on-line de denúncias anônimas sobre qualquer crime ou violação aos Direitos Humanos praticado na internet.
Fonte: Andi
Foto: Cinf
Anúncios
Esse post foi publicado em Geral. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s