Convênios viabilizam a implantação de 23 novos pontos de cultura

O governo do Estado está garantindo a viabilização de 23 novos pontos de cultura no Pará com a assinatura de convênios com o Ministério da Cultura que garantem a expansão da atividade em diversas regiões, para entidades distintas, como associações quilombolas e indígenas, grupos de folclore e companhias de teatro e dança. São R$ 4.140 milhões no total. Cada ponto receberá R$ 180 mil. Os extratos dos contratos foram publicados nesta terça-feira, 5, no Diário Oficial do Estado.

Segundo a Secretaria de Estado de Cultura (Secult), responsável pela implantação do programa Rede de Pontos de Cultura, a vigência dos convênios é até 28 de dezembro de 2012. Até o fim do ano, o Pará ganhará 60 novos pontos de cultura, além de 48 espaços de leitura e 48 brinquedotecas, distribuídos por todas as regiões do Estado. Os novos espaços culturais serão instalados em instituições que atuam na área cultural e foram selecionados por edital para receber apoio para o desenvolvimento de ações culturais.

Segundo o secretário estadual de Cultura, Edilson Moura, o Circuito Cultural Paraense e a descentralização das ações da cultura são ações que apoiam a implantação dos pontos de cultura em todo o Estado. Ele garante que o Circuito Cultural Paraense continuará acontecendo em outras cidades paraenses durante este ano. “Estamos promovendo a troca entre os municípios e valorizando a cultura do Pará, respeitando a diversidade de manifestações”, diz.

Estão sendo beneficiadas com os novos repasses as seguintes entidades: Grupo Cultural Francisco Oliveira, Grupo de Ação Ambiental Vila Viva, Associação dos Povos Indígenas do Mapuera, Associação das Comunidades Remanescentes de Quilombos Nova Esperança de Concórdia do Pará, Associação Beneficente Fazendo um Amanhã Melhor, Federação das Organizações Quilombolas de Santarém, Instituto Cafuzo, Associação de Mulheres Joana Barbosa Nunes, Associação Folclórica e Cultural Colibri de Outeiro, Instituto de Turismo, Meio Ambiente e Economia Solidária, Grupo de Tradições Marajoara Cruzeirinho, Associação Cultural e Ambiental Mestre Bené, Companhia Teatral Argonautas, Associação Indígena Porekrô de Defesa do Povo Xikrin do Caeté, Associação dos Artistas Plásticos de Marabá, Associação dos Filhos de Itaituba, Grupo Cultural Os Timbiras, Associação dos Moradores do Município de São João de Pirabas, Associação dos Mini e Pequenos Produtores Rurais, Associação Musical da Amazônia, Centro Sociocultural São Domingos de Gusmão e Associação Obras Sociais da Diocese de Abaetetuba.

Anúncios
Esse post foi publicado em Geral. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s