PESQUISA DIZ QUE ESCOLA NÃO SE PREOCUPA COM A VIOLÊNCIA PSICOLÓGICA

Os estabelecimentos de ensino não se preocupam com a violência que abala a auto-estima, com as violências subjetivas.

A avaliação é do pesquisador Ronaldo Pontes, coordenador da pesquisa Relações Sociais e Violência nas Escolas, publicada em 2007.

A conclusão faz parte de um levantamento aplicado em 24 unidades de ensino da Região Metropolitana de Belém.

O estudo é mapeia a qualidade das relações e formas de violência, e envolveu não apenas alunos e professores, mas também pais e técnicos.Foram aplicados 1.760 questionários, além de entrevistas gravadas em vídeo.

Segundo Pontes, o resultado do estudo é muito preocupante, pois envolve questões de ordem física e psicológica. Isso porque nesses estabelecimentos de ensino, a agressividade se manifesta em forma de humilhação.

Para ele, as políticas educacionais e os governos não devem apenas priorizar a construção de escolas e a contratação de mais professores, mas também preparar melhor os profissionais e trabalhar o contexto de dentro e fora das unidades de ensino.

A pesquisa integra o Observatório da Violência, projeto de extensão da Unama, desenvolvido em parceria com a Unesco.

Fonte: Agência Andi
Foto: Arquivo Projeto Rádio Pela Educação
Anúncios
Esse post foi publicado em Geral. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s