INDÍGENAS PEDEM PROTEÇÃO DE VIDA À ONU

O Conselho Indígena de Roraima (CIR) encaminhou um pedido de proteção à vida dos indígenas da reserva Raposa/ Serra do Sol, em Roraima, para a Organização das Nações Unidas (ONU).

O conflito entre arrozeiros e os indígenas da reserva fez com que o Conselho temesse que lideranças indígenas fossem assassinadas por pistoleiros contratados.

Desde abril de 2005, quando o presidente Lula assinou o decreto homologatório da Raposa Serra do Sol, o conflito se intensificou.

O documento destinou a posse e o uso da área exclusivamente aos 15 mil índios que vivem na reserva.

De acordo com a coordenação do CIR, os indígenas são constantemente ameaçados pelos arrozeiros e pela Polícia Federal.

O Conselho Indigenista alega que o conflito piorou porque o governo federal demorou em retirar os arrozeiros da área indígena. Segundo a portaria assinada em 2005, os arrozeiros deveriam deixar o local no prazo máximo de um ano após a homologação.

Anúncios
Esse post foi publicado em Geral. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s